board-e-speakers

 

A iniciativa global Girls in Tech realizou no Espaço Cubo na Vila Olímpia a mesa redonda “Vamos falar de UX?”, no dia 28 de setembro. No encontro, sete especialistas em User Experience, ou UX, dividiram suas experiências e falaram sobre o conceito, onde estudar e até como anda o mercado no país e suas potencialidades. Cerca de 40 pessoas compareceram ao evento e dessas ¼ dos presentes eram da área de UX.

Abrindo o encontro, Milena Melo, coach e membro do Girls in Tech, explicou sobre as atividades e propostas do GiT e apresentou as participantes: Carla de Bona, Elisa Volpato, Isabel Braga, Izabela Amaral, Luciana Terceiro  e Ursula Reichenbach com Rafaela Calheiros na moderação.  

Carla de Bona abriu a mesa redonda apresentando o que é o User Experience, ou UX. “Nós sempre tivemos preocupação com Experiência do usuário, a questão é que com produtos digitais é muito fácil para o usuário descartar e ir para o próximo site por exemplo. Meses de trabalho vão embora em 10 segundos.”, comentou de Bona.

Em seguida, Luciana Terceiro apresentou os principais cursos na área, com opções presenciais e à distância, tanto gratuitos quanto pagos.

Já Elisa Volpato falou sobre como está o mercado de UX no momento e a concentração de vagas no país. Depois, Elisa falou sobre a importância da pesquisa e testes no dia-a-dia do profissional de UX “”Metade de UX é Usuário, ou seja, gente”!

Luciana Terceiro voltou e apresentou a importância das métricas em UX e quais as principais a se observar. Em seguida, Izabela Amaral apresentou a relação de UX com Design Thinking e Isabel Braga trouxe cases de projetos focados em UX. Para encerrar as falas, Ursula Reichenbach falou sobre as inovações da área e suas potencialidades.

Encerrando o evento, além de perguntas, foi reforçado o carácter de voluntariado do Girls in Tech no Brasil e que a iniciativa está aberta a novos voluntários.

 

–> Veja o álbum do evento em nossa página do Facebook.